quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Síndrome da Liderança



A montadora japonesa Toyota anunciou hoje que fará um recall de 1,53 milhão de veículos no mundo todo, dos quais 599 mil no Japão, devido a problemas no depósito de combustível e nos freios.
O porta-voz da empresa Paul Nolasco disse à Agência Efe que não tem informações sobre algum acidente ocorrido por esses defeitos, que segundo as autoridades japonesas não acarretam um risco sério.
A líder mundial do setor automotivo, que há alguns meses passou por uma séria crise devido a vários recalls, indicou que, entre os veículos afetados, estão cinco modelos Lexus e seis da Toyota, como o Crown e o Highlander.

No total, serão chamados a recall por iniciativa da Toyota 599.029 veículos no Japão e 930 mil no resto do mundo, afirmou o porta-voz. Um dos problemas está relacionado a um defeito elétrico no sistema do tanque de gasolina, que, em determinadas circunstâncias, poderia afetar a chegada de combustível ao motor e fazer com que este não funcione. O outro se refere ao cilindro mestre de freios. Esse defeito poderia fazer com que, em certos casos, a pressão sobre o freio fosse ligeiramente mais fraca que o normal.

Fontes do Ministério de Transporte japonês disseram à Efe que receberam relatórios de aproximadamente 600 usuários que haviam detectado algum destes problemas. Os modelos afetados são Crown Majesta, Higlander (conhecido como Kluger no Japão e na Austrália), Toyota Mark X (Reiz na China), Alphard, Avalon, Lexus RX (Harrier), Lexus GS350, Lexus IS250 e Lexus IS350.

O último recall efetuado pela Toyota ( figura 01) fez as ações cairem 23 % no mercado , causando um prejuízo de US $ 30 bilhões de dólares para seus acionistas. Os custos ficaram na casa dos $ 2 bilhões de dólares. Para o recall anunciado hoje a empresa ainda relatou os custos.

A Toyota é lider de vendas de automóveis desde 2007, na qual ultrapassou a liderança da GM. A Toyota está com problemas de recall desde que assumiu a liderança do setor.
Quando a Toyota ganhou pela primeira vez o famoso prémio Deming um dos avaliadores disse o seguinte: ¨A Toyota passou por grandes melhorias , mas inspecionamos alguns dos seus fornecedores e eles tem um longo caminho pela frente. Vocês estão fabricando seus veículos com as peças desses fornecedores. Vocês não serão capazes de fabricar veículos com qualidade de verdade se não fizerem com que seus fornecedores também elevem seus respectivos níveis de qualidade.¨ Essa foi a alerta que a Toyota recebeu nos anos 60, a empresa havia percebido essa oportunidade e criou um divisão de controle de compras para coordenar e prestar assistência aos seus fornecedores, tendo como principal objetivo elevar o nível de TQC.
O responsável da implantação do TQC na Toyota nos anos 60 foi Mr. Massao Nemoto, sendo responsável pelo departamento de compras, promovendo a adoção do TQC nos fornecedores. A atual conjuntura é de uma empresa líder de mercado e com diversas operações em diferentes países e claro com culturas diferentes, este é o momento para repensar quais são as verdadeiras necessidades para melhorar os indicadores de qualidade e não subestimar o mercado mundial.



Fonte: O Nascimento do Lean, Koichi Shimokawa

http://www1.folha.uol.com.br/.../817896-toyota-anuncia-recall-de-153-milhao-de-veiculos.shtml
Postar um comentário

Quais os maiores problemas que um Líder pode confrontar no dia-a-dia em uma pequena empresa?

Em que área da eng. de Produção você quer se especializar?